sábado, 18 de dezembro de 2010

Comprado em POSITIVO INFORMÁTICA (POSI3)


"Prezado Chapuleta
No auge da crise vi POSI3 bater valores inferiores a 4 reais. Pouco tempo depois, a ação já estava mais de 22 reais. Conclusão que eu tirei: a empresa é boa! Vou comprar!

Comprei por 22,98 um pouco. Ainda bem que eu sou malandro, pois depois a ação caiu.
Nos 20 eu comprei mais um pouco.

Acredita que a ação continuou a cair?

O que eu fiz? Como sou esperto e nunca fico todo comprado, ainda tinha dinheiro e comprei mais um pouco nos 17,00.

Nos 14,00 (parecia impossível, mas a ação foi nos 14,00), deixei de lado minhas teorias de que nunca se deve estar totalmente exposto em renda variável e comprei o resto que eu tinha TUDO em POSI3. Afinal de contas, de 23 pra 14 a empresa já tinha caído. Não é possível que a ação cairia mais.
Mas caiu.

Chapuleta, estou preocupado. Olha na foto a minha cara de tenso, de estressado. O que eu faço? Meu preço médio tá altíssimo e não tenho mais dinheiro pra comprar mais. Acha que deveria fazer um termo?"




POSI3 Semanal

Em pensar que há exatos 2 anos a empresa vivia situação inversa a atual: vivia euforia. Na 1ª semana de dezembro de 2008, o papel fechou cotado a 4,75.
Na semana seguinte, o papel já abriu a 5,90 e chegou a ser negociado, NA MESMA SEMANA, por 13,90. Ou seja, variação de +193% em relação ao fechamento da semana anterior. O papel, naquela 2ª semana de dezembro, fechou a 9,07, com uma alta de SÓ +90%.
Uma coisa é certa: a Positivo está enfrentando concorrentes de peso, como Acer, Dell e HP. Tem Notebook abaixo de mil reais. As margens estão deprimidas. É um fato.
Agora resta saber se o mercado bipolar, dentro de suas euforias e pânicos, não está exagerando no medo desta vez. Está barato? Está caro? Não sei. O papel já esteve na casa dos 3 reais e já esteve acima dos 40 reais.
Pelo sim, pelo não, se o mercado continuar no pânico e o papel for aos 7 reais, sou freguês. Pode embrulhar uns kilinhos, pra viagem por favor?

5 comentários:

Finanças Inteligentes disse...

Graficamente posi3 está horrorosa na minha opinião. Mas caiu tanto que pode dar um repique, está com uma boa distância da mms20 semanal, deve encurtar esta distância. Mas pelo que parece o movimento é de fuga dos investidores e não uma irracionalidade do mercado.

wr disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
wr disse...

Chapu,

Há algumas coisas que precisam ser lembradas:

1) Estas enormes variações experimentadas pela POSI3 ocorreram em função dos rumores de venda da empresa para a chinesa Lenovo. Vira e mexe, os boatos voltam. Em dezembro de 2008, a direção da Positivo admitiu, publicamente, ter recebido uma oferta hostil de R$ 18,00/ação pela Lenovo, proposta que foi recusada.

2) A queda brutal dos últimos 40 dias está sendo "explicada" pelo mercado, basicamente, pelos seguintes fatores: resultados ruins no balanço do terceiro trimestre/2010, perspectivas também ruins para o balanço do quarto trimestre e concorrência acirrada com grandes players, que gera diminuição de preços dos produtos e redução das margens.

3) Mas quem garante que, por trás deste movimento, não esteja novamente em curso a negociação de venda da empresa? Para este caso, é necessário derrubar a ação, para recomprá-la na bacia das almas e vendê-la com forte lucro (possivelmente, ainda acima dos R$ 23,00/ação, pois a Positivo já recusou oferta de R$ 18,00/ação em 2008, como dito acima).

4) Afora as justificativas apresentadas, que são verdadeiras, é preciso lembrar que a empresa possui excelentes fundamentos, baixíssimo endividamento, liderança absoluta de mercado há quase uma década e forte presença na "nova classe média".

5) Para contribuir com a discussão, veja este relatório da corretora Omar Camargo, de Curitiba (onde está a sede da empresa), publicado em junho deste ano:

http://www.omarcamargo.com.br/pdf/Relatorio_Positivo_jun.pdf

(se o link ficar quebrado, bote no Google a frase: "Por que a Positivo Informática pode estar sendo vendida?")


Por mim, a palavra de ordem é a mesma do "Bolsa Feliz": Então, compra!!


abraço, Chapu!!

Anônimo disse...

eh fazer preço medio nesses papeis de 2 linha pode ser muito perigoso e o cara tem q ter bala na agulha se nao a vaca vai p/ o brejo bunitinhu. Mas acho q se posi chegar nos 8 reais pode ser uma bela oportunidade n vejo dell nem hp como concorrentes nao, sao publicos diferentes.

Luiz Souza disse...

O Grande problema da Positivo, foram seus produtos ruins no passado, quem comprou Positivo uma vez sabe de que eu falo como produto/empresa, passou os anos os consumidores que compraram Positivo no passado não compram mais dela pois devem estar pagando seus produtos já quebrados á meses e sem garantia e sem suporte pós venda, para ajudar HP, Dell e Lenovo, fazem Notebooks melhores que ela e estão vendendo no varejo com pouca diferença de preço.

O que a Positivo teve de trunfo no passado foi a venda de seus produtos quase exclusivos em lojas como Casas Bahia e Ponto Frio com crediário e bastante parcelas para pagar.

Hoje HP, Lenovo já vendem seus produtos nessas lojas.

Segue matéria sobre o caso da Positivo e olhem os comentários !:

http://www.gizmodo.com.br/conteudo/positivo-perde-terreno-no-mercado-brasileiro-hp-e-dell-sorriem/