sexta-feira, 29 de julho de 2011

Fechamento semanal: o nervosismo permanece

 Ibov semanal

Mesmo com a tendência de baixa declarada e com o medo de alguns acerca do suposto fim do mundo, a bem da verdade a correção ainda nem atingiu a 1ª retração de Fibonacci.
Portanto, não é que o mundo não vai acabar, mas se vai, ainda não tivemos o início deste fim.
Até 56.640 pontos, é simples correção da escandalosa alta anterior.

Assinado: Chapuleta Patropi



Semana feia pra Gol. JBS é outra que tá horrível.

Então vende!

(Pode ter certeza que vai ter alguém pra comprar!)

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Rebaixamento dos EUA é quase certo

=>Um rebaixamento do rating de crédito americano teria um impacto negativo sobre as ações.
Um estudo analisou as mudanças de rating soberanos ao longo da última década.


=>Depois de a Espanha ter sido rebaixada em 2009, o mercado de ações espanhol caiu 8% em três meses. 


=>Um rebaixamento do rating do Japão em 2011 derrubou o mercado de ações local em 3,4% três meses depois. 


=>O estudo, divulgado em abril, sugere que o índice S&P-500 pode cair 6% após um corte no rating dos EUA, apagando o ganho acumulado do ano.

CSN (CSNA3) continua aumentando participação na Usiminas (USIM3/USIM5)

ü  A Companhia Siderúrgica Nacional anunciou na noite de quarta-feira que voltou a elevar sua participação na Usiminas, passando a deter 10,84% das ações ordinárias e 10,20% das ações preferenciais da rival.

ü  No final de abril, a participação da CSN na Usiminas correspondia a 10,01% das ações ordinárias e a 5,25% das ações preferenciais.

ü  CSN afirmou que segue "avaliando alternativas estratégicas" sobre o investimento na Usiminas.

ü  O controle da Usiminas é dividido entre os grupos Nippon Steel, Camargo Corrêa, Votorantim e Caixa dos Empregados da empresa.

Ø  Pela Lei das Sociedades Anônimas, para ter direito a um assento no conselho de administração de uma empresa é necessário cerca de 15% das ações ordinárias e 10% das preferenciais. 

A pergunta que fica: será que a CSN entende do negócio de siderúrgia?
O "mundo" tá falando que a siderurgia no Brasil já era e estão VENDENDO.
A CSN, cujos controladores (Bradesco) de bobos não tem nada, está aumentando sua participação desde o início do ano. Compraram USIM3 não tem 6 meses até por 32 reais.

Quem está equivocado???

Então compra!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Viciados em mercado

Recebi por email e achei interessante:

Diálogo fictício ouvido num consultório de um terapeuta:

Paciente: “Doutor, preciso de ajuda!
Não consigo passar um dia sem olhar o mercado de ações. Pior: não consigo ficar um só dia sem fazer uma operação. Tem mais: almoço em frente do computador para não perder nenhum movimento das 315 ações que acompanho. Meu canal favorito de TV atualmente é a Bloomberg. Ah, lembrei: de noite fico procurando dicas nos fóruns. Adoro estes papéis com baixa liquidez. Eu chamo de micro caps, mas muitos chamam de mico caps… não ligo, sei que neles é que eu vou ficar rico.
Já que estou me abrindo com o senhor tenho só mais uns desabafos: acumulo perdas desde a crise de 2008. Em 2009 eu tinha certeza que o mercado ia cair ainda mais e fiquei esperando pra comprar com o Ibovespa nos 10 mil pontos. Acabou que não chegou até lá. Pior: operei vendido a descoberto em 2009, apostando na queda, mas o mercado não parava de subir! Todos os analistas diziam que ia subir um pouco para depois cair com mais força, mas nada disso aconteceu. Quando resolvi virar a mão e apostei na compra, os meus papéis não subiram como os outros. Por que isso só acontece comigo, doutor?
Minha auto-estima está destruída, minha conta quase zerada, meus amigos de quem eu administrava o dinheiro não falam direito comigo. Acho que vou ser mais arrojado e operar opções pra recuperar em pouco tempo o capital perdido. Em três ou quatro meses recupero tudo e ainda saio com lucro. O que você acha, doutor? Aliás, o senhor não teria alguma dica quente?”
Doutor: “O diagnóstico é claro. O senhor está viciado em mercado. Não olhar as ações seria quase como não beber água, não é? E é falsa a sua ilusão de que trabalho duro no mercado de ações significa ficar horas olhando uma tela com gráficos e luzes piscando o dia todo. O trabalho deve ser intelectual, não braçal. Operar bem não quer dizer operar muito. O senhor está tão envolvido no tiroteio, olhando apenas uma pequena cena, que não é capaz de enxergar todo o filme.
Não consegue mais usar o racional, está machucado e com desejo de vingança. Acha que o mercado o tratou mal e agora quer sangue. Entrou na ilusão de que aquele dinheiro perdido poderá ser recuperado em pouco tempo. Aquele dinheiro não vai voltar. Mesmo que ganhe daqui pra frente ainda mais do que perdeu, este é um dinheiro novo. Aquele foi perdido, esqueça-o.
E o mercado não tem qualquer sentimento. Não enxerga quem está na ponta da compra ou da venda. E, definitivamente, não existe uma teoria conspiratória para tomar seu dinheiro.
O senhor, ao deixar esta consulta, deve parar e ajustar o foco. Ficar um tempo sem sequer olhar a bolsa, computador desligado. Estudar. Rever seus métodos. Voltar ao básico. Alongar seus prazos. Operar com menos capital. As quedas mexeram não só na sua carteira mas na sua auto-estima. Quanto mais operar mais erros irá cometer. Vai demorar um tempo até se recuperar psicologicamente…
Para finalizar, lembre-se que os viciados em mercado morrem rapidamente de overdose.
Volte daqui a um mês. Consulta grátis. Até porque, se o senhor não reavaliar sua vida na bolsa, não terá mesmo dinheiro para pagar a sessão…

segunda-feira, 25 de julho de 2011

GGBR3 a preço de 2006 e USIM5 a preço de 2005

GGBR3 Semanal


===============================================

USIM5 Mensal

A ação está no mesmo preço de 6,5 anos atrás. No entanto, está valorizada em mais de 1.000% em relação ao início de 2003.

Ibovespa - fechamento do mercado

Ibovespa diário

Como se pode observar no gráfico diário, os topos e fundos seguem descendentes. Portanto, a tendência segue de baixa.

Novela mexicana. Aliás, novela "Mundial"

Saiu no BrasilEconomico.com.br
·         Mundial espera identificação de autores de "carta anônima"
ü  A Mundial afirmou nesta segunda-feira (25/7) que acredita no êxito da investigação dos autores do que chama de "pseudo-denúncia" ocorrida na semana passada por meio de uma carta anônima.
ü  "As investigações e o rastreamento da origem da tal pseudo-denúncia deverão identificar aqueles que se aproveitaram desta situação artificialmente criada para lucrar com as bruscas oscilações nos preços das ações da companhia", afirma comunicado assinado por Michael Lenn Ceitlin, diretor-superintendente e de Relações com Investidores.
ü  O executivo afirma crer na possibilidade de que os órgãos competentes possam "identificar os responsáveis e aplicar as penalidades previstas em lei".
ü  O ataque anônimo, segundo a Mundial, "manipulou informações e distorceu a realidade".
Ø  A companhia disse ainda que manterá todas as ações já divulgadas, como a migração para o Novo Mercado, o aumento de capital de até US$ 50 milhões ao longo dos próximos dois anos, mediante o ingresso do fundo YA Global Investments no rol de acionistas; a emissão de até US$ 100 milhões em Eurobonus; a alienação de imóveis não-operacionais para redução de seu passivo tributário; e sua expansão internacional


Ø  MNDL4 sobe 25%

Plano da Petrobras inclui a venda de US$ 13,6 bi em ativos

ü  O novo plano da Petrobras prevê investimentos de US$ 224,7 bilhões em 688 projetos até 2015.

ü  Esse volume de investimentos, menor do que a estatal pretendia três meses atrás, foi bem recebido, apesar de algumas ressalvas.
ü  Até o início deste mês a Petrobras já tinha perdido R$ 55 bilhões em valor de mercado e o novo plano, mais austero, pode melhorar a performance das ações na bolsa de valores.
ü  Analistas ouvidos pelo Valor, todos sob o compromisso de não serem identificados, elogiaram o novo plano da estatal. Porém, tem quem esperasse mais.
ü  Do total que a Petrobras planeja investir, US$ 127,5 bilhões (equivalentes a 57%) vão para a área de exploração e produção, dos quais US$ 117,7 bilhões no Brasil e US$ 10 bilhões no exterior.
ü  A empresa informou ainda que planeja obter US$ 13,6 bilhões com a venda de ativos e que retirou projetos orçados em US$ 10,8 bilhões no plano anterior, sem entrar em detalhes.
ü  A Petrobras também se compromete a obedecer algumas metas de redução de custo na construção das novas refinarias.
ü  Para a área de refino foram destinados US$ 35,4 bilhões, número praticamente estável, com redução de apenas 4% em relação ao plano anterior.
ü  Apesar de criticadas, todas as refinarias foram mantidas no plano.
ü  Na sexta-feira, a Petrobras informou que prevê gastar US$ 12,4 bilhões nas áreas da cessão onerosa até 2015.
ü  Segundo a companhia, serão perfurados 10 poços exploratórios nas áreas cedidas, o que permitirá fechar 2015 produzindo 150 mil barris por dia em Franco - um campo gigante que era da União e onde são estimadas reservas de 3 bilhões de barris de óleo e gás.
ü  Outro ponto considerado positivo foi o anúncio da venda de ativos, que deve ser mais detalhado hoje, quando a diretoria da estatal dará uma entrevista coletiva no Rio.
ü  No fim-de-semana o exercício era de tentar antecipar de que projetos a Petrobras pretende sair. O melhor, disseram as fontes, seria que fossem vendidos ativos no exterior, como a refinaria de Pasadena (no Texas). Ainda não é possível identificar áreas que tenham tanto valor, já que a companhia pretende arrecadar quase US$ 14 bilhões.
ü  Considerando todas as premissas do plano, a Petrobras prevê uma geração de caixa variando entre US$ 125 bilhões e US$ 149 bilhões.
ü  Nos dois cenários, a necessidade de captação líquida anual (excluídas amortizações) vai variar entre US$ 7,2 bilhões US$ 12 bilhões por ano.
ü  A companhia também manteve a metade alavancagem financeira (medida pela dívida bruta dividida pelo patrimônio) entre 25% e 35%.
ü  A Petrobras planeja fechar 2015 produzindo 543 mil barris de óleo equivalente (boe/dia) no pré-sal, quando a meta do plano anterior, até 2014, era de 241 mil boe/dia naquela área.
ü  Já o plano de longo prazo, até 2020, aumentou em 1 milhão de barris a meta de produção total da companhia, que agora é de 6,418 milhões de boe (sendo 5 milhões no Brasil), contra 5,382 milhões de barris/dia no plano anterior.
ü  Para se ter uma dimensão do salto, basta lembrar que no mês passado ela produziu 2,6 milhões de barris equivalentes/dia, sendo 2,4 milhões no Brasil, dos quais 2,046 milhões/dia de petróleo e o resto de gás.


sexta-feira, 22 de julho de 2011

MNDL4 - Análise técnica - figura de livro


Desculpem-me as senhoras, senhoritas e moçoilas, mas vou abrir uma exceção nos termos usados no blog. Só hoje, talvez os termos não sejam os mais apropriados, mas é a figura de linguagem encontrada que é pra ficar gravado na mente da turma que gosta de se dar bem (mas normalmente chega atrasado na festa).

Triangulo ascendente, Ombro-cabeça-ombro invertido, Topo triplo, Flâmula? Que nada? A análise técnica tem muitas outras figuras, das quais hoje vamos destacar a TROLHA TRANSVERSA ASCENDENTE.
Observada claramente no gráfico diário recente de Mundial PN, ela é uma das principais figuras de expulsão. Isso mesmo. É a figura que expulsa os incautos da Bolsa.
Quanto mais na ponta da trolha o sujeito pega, mais ele sofre com a dor e mais sequelas ele carregará. Ainda mais se ele é daquele tipo afoito, que não "pega " devagar, que prefere sentar com tudo, de uma veizada só. Esse, coitado, vai ficar anos (desculpe o trocadilho) sem sentar...




Em tempo, vale postar email recebido:

·         CVM investiga manipulação em ações da Mundial  

ü  A CVM, autarquia que fiscaliza e regula o mercado de capitais brasileiro, está investigando os motivos por trás da forte negociação com as ações da Mundial (MNDL3; MNDL4) e da Hércules (HETA4), que possuem os mesmos controladores.
ü  Segundo o Superintendente de Relações com o Mercado e Intermediários, Waldir de Jesus Nobre, a análise da movimentação atípica dos papéis começou em agosto do ano passado, porém se intensificou a partir de abril deste ano
ü  “Estamos preocupados com a possibilidade de manipulação, mas ainda não encontramos indícios suficientes para uma acusação”, disse Nobre em entrevista para EXAME.com.
ü  O preço da ação preferencial da Mundial se multiplicaram mais de sete vezes desde o final de maio, chegando ao pico de 5,11 reais em 19 de julho.
ü  A empresa chegou a valer em bolsa 1,734 bilhão de reais e teve as ações negociadas a 31 vezes o valor da empresa sobre o Ebitda (EV/Ebitda) projetado (55 milhões de reais) para 2011.
ü  Após isso, contudo, as ações engataram num movimento de expressiva desvalorização.
ü  Nobre explica que a saída maciça de investidores pode ajudar a identificar possíveis infratores.
ü  Ele explica que o movimento pode ser resultado de uma manipulação para rodar o papel. Ou seja, alguns investidores podem ter combinado de comprar e vender a ação para aumentar o volume para elevar o preço das ações artificialmente.
ü  Desde o início do crescimento do interesse pelo papel, os negócios têm se concentrado em apenas 3 corretoras.
ü  “Precisamos identificar o grupo e comprovar que elas agiram de comum acordo. Tem informações que não temos acesso, como e-mails, ou então se bateram papo em chats na internet. Estamos aqui correndo atrás, apesar de ser uma operação árdua. É um momento de dar maior dimensão para ver se tem alguém se aproveitando”, diz.
ü  Nobre ressalva, entretanto, que vários fatos relevantes têm sido divulgados pela empresa nos últimos meses, como a equalização da dívida fiscal da empresa, o desdobramento das ações, a ida ao nível 1 de governança corporativa, depois a intenção de aderir ao Novo Mercado e, por fim, a injeção de 50 milhões de dólares na empresa por um fundo americano.
ü  A punição vai de multa que pode ser até 500 mil reais ou até 3 vezes o lucro apurado nas negociações, além de suspensão.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Mundial agora produz outro item: arapuca


Parece que agora vai.
A melhor ação da bolsa, a nossa velha amiga blue chip das tesourinhas de unha, não está pra brincadeira.
Parece que as vendas vão decolar com o novo item produzido pela empresa agora: a melhor arapuca do "Mercado". 

terça-feira, 19 de julho de 2011

Mundial: o papel de uma vida

No dia: +21,67%
Na semana: + 35,19%
Em 7 dias: +66,99%
No mês: +168,95%
Em 30 dias: +364,55%
No ano: +1.651,20%
Em 365 dias: + 2.482,11%

Inacreditável!!!
O volume está entre os destaques!
A alta está entre os destaques dos destaques do Universo!

Uma coisa é certa: tem muita gente rindo, mas quem está chorando, vai chorar tanto até secar completamente  as lágrimas.
Então compra?!

Bancos médios: ferro desde a febre dos IPO




=> Em 2007 => início do processo de abertura de capital de bancos de médio porte na bolsa.  => Em 2011 => as ações da maioria das instituições vale hoje menos (em alguns casos, menos até que o patrimônio líquido)

ü  Na abertura de capital, as ações dos bancos saíram a pelo menos duas vezes o valor patrimonial. Hoje, a cotação de instituições como Indusval e Sofisa é inferior ao valor patrimonial.


quinta-feira, 14 de julho de 2011

Mundial no Ibovespa

MNDL4 Semanal


Caso volume continue alto, a empresa pode surpreender os analistas e passar a integrar o IBOV.

=> O volume da MNDL tem sido superior ao de muitas blue chips.


=> A empresa irá decidir sobre a entrada no Novo Mercado, o nível mais elevado de Governança Corporativa da BM&FBovespa, em 27 de julho.

=> As ações preferenciais serão convertidas em ordinárias, na proporção de uma para 0,8.


=>  MNDL4 foi o sétimo maior volume da bolsa do dia (14/7) negociando R$203 milhões



=>  No mês, sem contabilizar hoje, o papel sobe 81,7% e no ano sobe 1.028%

Apocalipse de novo?


"Procura pela proteção do ouro é recorde no mundo. É a nova crise chegando.
Nesta quarta-feira,  em Nova Iorque, ocorreu um novo e definitivo dado sobre a crise global que se avizinha a passos largos:

- A onça troy do ouro atingiu a cotação extraordinária de US$ 1.578, o que significa o recode histórico de todos os tempos, ao chegar à marca de US$ 50.762 o quilo. 

. O editor conversou com o diretor da Brasoja, Antonio Sartori, que está o dia todo plugado na tela que registra as cotações de commodities em Chicago, Nova Iorque, Londres, Tóquio e Pequim, que avisou o seguinte:

- O ouro é referência única para quem busca porto seguro para o seu dinheiro. É forte sinal de que os investidores não estão enxergando opções e acreditam em forte crise econômica global.


. Também nesta quinta-feira, o editor conversou com o economista e ex-secretário da Fazenda, Aod Cunha, que informou:

- A crise econômica européia não tem solução, terá efeitos globais, e não se resolverá em menos de 20 anos. É o fim de um ciclo de crescimento econômico global.
* 1 onça troy = 31,1034768 gramas."

Fonte: Recebi por email

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Após 6 dias de queda, mercado respira aliviado hoje

Com alta de 1,6%, hoje o Ibovespa deu um refresco para os comprados.
Destaques para BRFDS3 (9,27%), CYRE3 (6,67%) e JBSS3(6,40%) agora no after.

Não é hora de mudar o comportamento de cautela. Se a Moddys resolver colocar água na cerveja ...

"Moody’s coloca rating dos EUA em revisão para possível rebaixamento
Agência vê um crescimento da possibilidade de que o limite de endividamento do país não será elevado em tempo hábil."

Os futuros lá já vão dando para trás.

terça-feira, 12 de julho de 2011

O leite azedou de vez


Sem considerar o agrupamento de ações, a ação da MILK11 negocia abaixo dos 10 centavos.

Quem se lembra?



Este blog nem é tão antigo, mas já usou esta imagem numa situação de "humor de mercado" bem diferente, exatamente em 16 de setembro de 2009.
O que mudou?
Provavelmente muitos estavam comprando naquela época e continuaram comprando, até que o índice batesse os setenta e poucos mil.
Agora, provavelmente quem ainda tem papel vai continuar vendendo, ou pior, vai aguentar o tranco até onde der... Pra vender onde a dor não puder mais ser suportada, sei lá onde, nos 50, 40 ou 30 mil.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Ibov semanal

Ibov semanal

O candle de força que o gráfico semanal formou na semana passada, "gripou" e fechou esta semana "esbanjando" fraqueza. Ressalta-se, contudo, o baixo volume da semana (talvez devido ao feriado nos EUA).

Pelo andar da carruagem, considerando a tendência de baixa vigente, não seria nenhum exercício de adivinhação ficarmos na expectativa de um teste no último fundo em 60.489 pontos, com a possível perda deste patamar.

Portanto, suportes em 60,5k* 60k * 57,9k pontos.
Resistências em 65k * 70k * 72k pontos.


Destaques da semana

Gradual: Corretora de Amadores parte 10

Entendendo os desdobramentos das ações da Taurus

(08/07) FORJA TAURUS (FJTA - N2) - Credito das acoes
DRI: Luis Fernando Costa Estima


Enviou o seguinte Fato Relevante:

"A Administracao da Forjas Taurus S.A. ("Taurus" ou "Companhia") vem, na forma e para os fins da Instrucao CVM n. 358, de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, tendo em vista a implementacao da reestruturacao societaria envolvendo a Companhia e a Polimetal Participacoes S.A. ("Polimetal" e, em conjunto com a 
Taurus, "Companhias"), aprovada na Assembleia Geral Extraordinaria e Especial de Preferencialistas da Companhia realizada em 27 de maio de 2011 e ratificada em Reuniao do Conselho de Administracao da Companhia de 4 de julho de 2011 ("Reestruturacao"), e o desdobramento da totalidade das acoes de emissao da Companhia, na proporcao de 1:29, com o subsequente grupamento da totalidade das acoes de emissao da Companhia, na proporcao de 21:1, respeitada a respectiva especie ordinaria ou preferencial existente ("Desdobramento" e "Grupamento", respectivamente), aprovados em Assembleia Geral Extraordinaria da Companhia realizada em 1  de julho de 2011, comunicar a seus acionistas e ao mercado em geral que:
Credito de acoes FJTA3 e FJTA4 aos acionistas, em decorrencia da ReestruturacaoA partir do dia 7 de julho de 2011, as acoes ordinarias e preferenciais de emissao da Companhia passaram a ser negociadas "ex Reestruturacao/Desdobramento e Grupamento", sob o codigo FJTA3 e FJTA4. Operacionalmente, o credito aos acionistas das acoes de emissao da Companhia, em decorrencia da Reestruturacao, 
conforme relacoes de substituicao constantes do Instrumento Particular de Protocolo e Justificacao de Incorporacao de Acoes da Forjas Taurus S.A. e subsequente Incorporacao de Acoes da Polimetal Participacoes S.A., celebrado em 10 de maio de 2011 pelas Administracoes da Taurus e da Polimetal ("Protocolo e Justificacao") e Comunicados ao Mercado sobre a Reestruturacao divulgados, ja 
considerando o numero total de acoes em que se divide o capital social da Companhia apos a Reestruturacao e o Desdobramento com subsequente Grupamento, ocorrera em 11 de julho de 2011 e podera ser visualizado na custodia dos acionistas a partir do dia 12 de julho de 2011.
O credito das acoes ordinarias e preferenciais de emissao da Companhia aos acionistas acarretara a variacao percentual positiva das posicoes acionarias dos acionistas nao controladores da Companhia em aproximadamente 25% (vinte e cinco por cento), conforme ilustrado no quadro abaixo, tomando, por exemplo, a situacao hipotetica de um acionista titular de lote de 1.000 (um mil) acoes 
ordinarias e 1.000 (um mil) acoes preferenciais de emissao da Companhia:
Posicao do Acionista Exemplo anteriormente a Reestruturacao Posicao do Acionista Exemplo apos a Reestruturacao, o Desdobramento e o Subsequente Grupamento
1.000 acoes PN de emissao da Taurus  1.250 acoes, das quais: (i) 1.004 acoes PN; e (ii) 246 acoes ON de emissao da Taurus
1.000 acoes ON de emissao da Taurus  1.250 acoes ON de emissao da Taurus

Ficamos a disposicao para maiores esclarecimentos por meio de nossa area de Relacoes com Investidores."



===>Portanto, terça-feira a gente verifica se as corretoras arrumaram nossos saldos.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Forjas Taurus

FJTA4 Diário

A FJTA4, um papel que eu tenho esquecido num cantinho da carteira, me fez lembrar dela hoje 3 vezes:
1) Acordei e vi debaixo da porta uma correspondência da empresa, falando sobre novo site de RI.
2) Depois, me assustei ao ver no HB o papel sendo negociado abaixo de 3 reais. Então verifiquei na plataforma que o papel desdobrou.
3) Por fim, no final do pregão o papel fechou com aproximadamente 20% de alta. Nada mal.

Movimentação interessante, embora com o volume abaixo da média.
Agora, atrevido que sou e do jeito que essa bolsa tá patinando, vou deixar uma ordem perto dos 2,35, onde sou freguês novamente do papel, pra reforçar minha posição.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Gradual: corretora de amadores

11:16 HS




E uma hora e quinze minutos depois (12:31 HS)

Tenho pena de quem tá operando pesado lá. 
Ridículo. 
Fiz o teste do telefone. Liguei pra lá e tive que ouvir a no viva voz "musiquinha" por longos 11 minutos antes de ser atendido. 
Se fosse uma corretora séria, contrataria profissionais urgentemente. Por enquanto, as inúmeras falhas demonstram que lá só tem amador e brincantes. A minha carteira definitivamente não vai pra lá. Mesmo custando só 10 reais por mês para as operações.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Fechamento da semana : reversão a vista ou mero repique?

Ibov semanal

A tendência ainda é de baixa, mas pela análise técnica clássica os 2 últimos candles chamam a a tenção. Podemos estar iniciando uma reversão? É cedo pra dizer. Pesa contra a formação dos candles o fraco volume.


Resistências: 65k* 70k * 72k.
Suportes: 60k* 58k

1º semestre ruim

Em termos de Bolsa, fechamos o 1º semestre de maneira muito negativa.
Se não vejamos:

USIM5 = -28%
PETR4 = -11%
VALE5 = -6%
JBSS3 = -25%
POSI3 = -23%
OGXP3 = -27%

E por aí vai. É sangue geral.
Mas se está preocupado com a Bolsa, se vai cair, se vai bater nos 29k pontos, acho que não tem "possibilidade" de lucro no mundo que mereça isso. A recomendação é:

Caiu? Vende!



Portanto, faça como o nosso amigo da foto, que sempre que cai ele vende e sempre que sobe ele compra.
Ele parece preocupado?

Se romper o teto histórico ele entra comprando e aí é só alegria!!!

Rotina


Sorte que é apenas teste, com pouca grana na corretora. Quem opera de verdade lá deve passar aperto.