sexta-feira, 19 de agosto de 2011

JBDU3 e 4 "ex"

INDÚSTRIAS J.B.DUARTE S.A
CNPJ/MF N° 60.637.238/0001-54

Companhia Aberta

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 15 DE AGOSTO DE 2011

Às nove horas do dia quinze de agosto de 2011, reuniram-se em Assembléia Geral Extraordinária os
acionistas da Indústrias J.B.Duarte S/A, na Rua Cipriano Barata nº 1082, na Cidade de São Paulo ,
Estado de São Paulo em número legal para a instalação dos trabalhos, conforme se constatou pelas
assinaturas lançadas no "Livro de Presença dos Acionistas". Assumiu a presidência da mesa, nos
termos estatutários, o Sr. Laodse Denis de Abreu Duarte, Presidente do Conselho de Administração, o
qual convidou a mim, Edison Cordaro, para secretariá-lo. Constituída a mesa e verificado o
cumprimento de todas as formalidades legais e estatutárias, o Sr. Presidente declarou aberta a sessão
e instalada a Assembléia Geral Extraordinária, convocada regularmente por edital publicados nos
jornais Diário Oficial do Estado de São Paulo nos dias 29  de julho  e  5 e 6 de agosto de 2011 e jornal
o Dia nos dias  29 de julho e 5 e 6  de agosto de 2011. Iniciados os trabalhos, o Sr. Presidente passou
à exposição dos assuntos integrantes da ordem do dia:
1 - Deliberar sobre a proposta de aumento de Capital Social no montante de R$ 10.452.694,09 (dez
milhões, quatrocentos e cinquenta e dois mil, seicentos e noventa e quatro reais e nove centavos)
passando o mesmo de R$ 68.969.259,10 (sessenta e oito milhões, novecentos e sessenta e nove mil,
duzentos e cinquenta e nove reais e dez centavos) para R$ 79.421.953,19 (setenta e nove milhões,
quatrocentos e vinte e um mil, novecentos e cinquenta e três reais e dezenove centavos), mediante a
emissão para subscrição particular de 348.423.136 (trezentos e quarenta e oito milhões, quatrocentos e
vinte e três mil, cento e trinta e seis) ações, sendo 116.143.783 (cento e dezesseis milhões, cento e
quarenta e três mil, setecentos e oitenta e três) ações ordinárias e 232.279.353 (duzentos e trinta e dois
milhões, duzentos e setenta e nove mil, trezentos e cinquenta e três) ações preferenciais.


O preço a ser adotado para a emissão das ações é de R$ 0,03 (três centavos) por ação. A integralização será á vista, no ato da subscrição, em espécie ou em créditos detidos junto á sociedade. 


Ressaltou o senhor presidente, que o objetivo da presente emissão é o investimento no projeto de 
reflorestamento e outras culturas em terras próprias da empresa, situadas no município de Pirapora do 
Bom Jesus (S.P.), onde a empresa possui em torno de 192 alqueires, além de recursos destinados 
para capital de giro e pagamento de dívidas da companhia. Desta forma, acredita que a repercussão
econômica para a companhia no médio e longo prazo será positiva, já que o retorno deste investimento
deverá ser superior a qualquer modalidade de investimento no mercado financeiro. Informou também o
Presidente que o preço de emissão das ações foi fixado com observância do parágrafo 1° do artigo 170
da Lei N° 6.404/76 e Pareceres de Orientação da Comissão de Valores Mobiliários sobre a matéria,
prevalecendo o critério da cotação das ações na Bolsa de Valores de São Paulo, onde foram utilizadas
para o cálculo do preço de emissão a média dos últimos 15 dias, (04/07/11 a 19/07/2011), a média do
último mês (20/06/11 a 19/07/11) e a média dos últimos 3 meses (19/04/11 a 19/07/11), no qual o preço
encontrado foi de R$ 0,04 para as ações ordinárias e de R$ 0,04 para as ações preferenciais. Neste
sentido, a companhia decidiu promover um deságio de 25% para as ações ordinárias e de 25% para as
ações preferenciais, para criar uma atratividade para que os atuais acionistas subscrevam sua
participação proporcional no aumento de capital.
Em relação à proporção da subscrição, afirmou que os acionistas terão direito de subscreverem 60%
em novas ações para cada ação possuída da mesma espécie e tipo. No caso de haver sobras, tendo
em vista o que estabelece o parágrafo 7º do Artigo 171 da Lei 6404/76, as sobras de ações serão
rateadas, na proporção dos valores subscritos, entre os acionistas que assim o manifestarem, no
boletim de subscrição de ações. Caso ainda persistam sobras, serão feitos rateios sucessivos entre os
acionistas que manifestarem desejo de subscrevê-las, podendo ainda ao término dos rateios, serem
levadas a leilão na Bolsa de Valores, em benefício da Companhia.  Em relação aos direitos, as ações a serem emitidas terão direito a percepção integral de dividendos ou
outras remunerações de capital em dinheiro que eventualmente venham a ser distribuídos, relativos ao
exercício social a se encerrar em 31/12/2011. Todas as bonificações em ações e/ou desdobramentos
que forem distribuídos a partir da data de subscrição, beneficiarão integralmente as ações objeto da
presente emissão. As ações objeto da presente emissão terão as mesmas características e direitos
constantes do estatuto social da Indústrias J.B.Duarte S/A. Informou ainda o senhor Presidente, que o
prazo de preferência será de 30 dias, a partir da publicação do Aviso aos Acionistas, que ocorrerá após
a aprovação do aumento do Capital Social pela  Assembléia Geral Extraordinária,  devendo a
publicação ocorrer em 16/08/2011. Desta forma, o prazo de preferência está previsto para ocorrer de
16/08/2011 até 15/09/2011.
Informou também o Sr. Presidente, que está disponível para exame dos acionistas presentes o anexo
14 da Instrução CVM nº 481 de 17/12/2009, que foi enviada à CVM e BMF&BOVESPA,, no qual estão
detalhados todos os aspectos referentes ao aumento de capital proposto. O referido "Anexo 14",
também está disponível no site da empresa, "www.industriasjbduarte@com.br".
Levada a votação, a proposta foi aprovada por unanimidade dos presentes.
Nada mais havendo a tratar o Sr. Presidente determinou a lavratura da presente Ata, que lida e achada
conforme, vai assinada por todos os presentes.

São Paulo, 15 de agosto de 2011.

LAODSE DENIS DE ABREU DUARTE                        EDISON CORDARO
Presidente                                                          Secretário

9 comentários:

lucasaks disse...

O que acha?

Acha que é uma boa oportunidade de compra JBDU ou é melhor pegar esse dinheiro e apostar em micos mais "seguros" ?

Tiago Herculano disse...

Qual a diferença de adquirir ordinária ou preferencial? Fora que a ordinária da direito ao voto, qual seria os beneficios de uma em relação a outra?

Vlw !

O Fogaréu disse...

Essa empresa não está desativada? O investimento seria apenas uma aposta arriscada nos tres por cento. Vim pela primeira vez, visitem o meu blog: ofogareu.blogspot.com

Hermenegildo Chapuleta disse...

Olá amigos

Em termos de empresa, as opiniões que ouço são as piores possíveis.
Mas uma coisa ninguém pode negar: tem jogo ali. Pra dobrar o capital, é um pulinho de 3 ou 4 centavos.

Agora, cada um estabeleça sua estratégia, lembrando que quanto maior a possibilidade de retorno, maior o risco.

PS: Não aconselho nada aqui, muito menos JBDU.

PS2: Eu gosto de separar uma pequena parte do capital (pequena mesmo), de preferência o lucro de alguma outra operação, pra entrar neste tipo de "game". Dá mais emoção à vida, hehe.

saimon disse...

5% do patrimonio = capital de risco

O Fogaréu disse...

Às devereas, vejo que muitos investidores não entendem a essência do jogo com os micos. Vejo eles, outrossim, como uma aposta, uma pirâmide. Os micos não estão tão distante assim das blue chips brasileiras que já deram muitos prejuízos.Toda discussão é saudável, inclusive as dos micos sem preconceitos, vejo por este lado. Um abraço a todos.

O Fogaréu disse...

Às devereas, vejo que muitos investidores não entendem a essência do jogo com os micos. Vejo eles, outrossim, como uma aposta, uma pirâmide. Os micos não estão tão distante assim das blue chips brasileiras que já deram muitos prejuízos.Toda discussão é saudável, inclusive as dos micos sem preconceitos, vejo por este lado. Um abraço a todos.

O Fogaréu disse...

Às devereas, vejo que muitos investidores não entendem a essência do jogo com os micos. Vejo eles, outrossim, como uma aposta, uma pirâmide. Os micos não estão tão distante assim das blue chips brasileiras que já deram muitos prejuízos.Toda discussão é saudável, inclusive as dos micos sem preconceitos, vejo por este lado. Um abraço a todos.

O Fogaréu disse...

Às devereas, vejo que muitos investidores não entendem a essência do jogo com os micos. Vejo eles, outrossim, como uma aposta, uma pirâmide. Os micos não estão tão distante assim das blue chips brasileiras que já deram muitos prejuízos.Toda discussão é saudável, inclusive as dos micos sem preconceitos, vejo por este lado. Um abraço a todos.