terça-feira, 29 de março de 2011

CSN mantém meta de chegar a 10% de participação na Usiminas



RIO - A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) reafirmou a meta de adquirir 10% do capital da Usiminas na bolsa de valores, podendo até ultrapassar um pouco esse percentual.

A CSN não tem meta de prazo para a finalização da compra dos papéis, já que depende do valor de mercado. Em 12 de março, a companhia já detinha participação de 8,6% das ações ordinárias da empresa, que têm direito de voto.

O diretor-executivo da CSN, Paulo Penido, afirmou que a empresa ainda não decidiu se vai indicar um conselheiro ou não para a Usiminas, embora deva passar a ter direito.

"Na Usiminas, se você tem 10% das ações votantes, você indica um conselheiro. Dissemos q

ue podemos passar de 10%, se for bom, se tiver oportunidade e podemos ter um conselheiro na empresa", disse Penido aos jornalistas durante teleconferência de resultados.

O diretor comercial da CSN, Luis Fernando Martinez, afirmou ainda não saber qual é o perfil dos vendedores de quem está comprando, já que as aquisições de ações são feitas diretamente no mercado acionário, de acordo com os preços negociados no pregão.

Os executivos preferiram não comentar os efeitos de uma eventual aproximação maior entre a Gerdau e a Usiminas. Mas, disseram não temer concorrência.

"Os nossos planos de crescimento são baseados na expansão do mercado e na nossa capacidade de acompanhar esse avanço, e na nossa capacidade financeira. Concorrência sempre vai existir. A CSN não teme concorrência", disse Penido.

Ele lembrou que a Gerdau é mais focada em aços longos e planos e, por isso, tem negócios muito diferentes da Usiminas. "Sinergia existe, mas é limitada. A C

SN e a Usiminas já são mais parecidas", acredita.

O executivo ainda fez questão de frisar que a Usiminas vai continuar sendo rival da CSN, mesmo existindo sinergia. Ele lembrou que, no passado, as empresas já se uniram, por exemplo, para a compra de carvão, o que dava maior poder de barganha junto a fornecedores internacionais.

(Juliana Ennes | Valor)


Qtde ações ordinárias de USIMINAS = 505.260.684

Em 12 Mar, a CSN possuia 8,6%, ou seja, 43.452.418 ações.

Faltava comprar, na data, 7.073.649 ações.

De lá pra cá, a julgar que a CSN operou pela Spinelli, a quantidade de ações compradas no período é de 1.529.300.

Logo, ainda falta comprar 5.544.349 ações.


A pergunta que fica: qual é a da CSN em divulgar isso? Será que ela quer que nós, os malandros da bolsa, pensemos em comprar agora pra vender pra ela mais caro? Duvido.

Deve estar querendo é desovar parte das ações compradas um pouco mais caro, quando a sardinhada entrar comprando lá pelos 33 ou 34 ?

Vai saber...

Um comentário:

Valentim Terra, o Rei das Blue Chips disse...

Boa análise essa. Palmas do Rei das Blue Chips.